O ano mal começou e parece cedo para falar sobre Imposto de Renda (IR), mas a verdade é que um pouco de planejamento pode ajudar muito quem gostaria de pagar menos IR como pessoa física.

Não exatamente para a próxima declaração, de 2022, que será referente ao ano de 2021. Ou seja, neste caso, o que já passou, passou. Mas sim para a declaração que você terá que fazer no próximo ano e vai ser referente ao ano atual. 

O segredo aqui é: comece a se planejar agora e agradeça daqui a 12 meses! É preciso considerar, porém, que quando se fala em imposto de renda no Brasil, sabe-se que existe uma tabela ainda muito desatualizada se considerada a inflação. 

Por exemplo, até agora a dedução das despesas com educação no ano têm limite de R$ 3.561,50, mas se a tabela fosse atualizada, o valor teria de ser de R$ 8.301,26! 

Ainda assim, como não há o que se fazer quanto a isso, separamos dicas sem falar em montantes, afinal de contas não se sabe o quanto tudo poderá mudar até a declaração do IR que deverá ser pago em 2023. Pronto para começar o planejamento?

trabalhadores checando como pagar menos IR

Crédito: Irina Rahalskaya/shutterstock

Comece a organizar as finanças desde já

Essa é para quem costuma arrancar os cabelos toda vez que o período de declaração de IR se aproxima e, em meio à bagunça, acaba esquecendo de deduzir coisas importantes porque não havia anotado ou não sabia onde estavam comprovantes e notas fiscais. 

É fundamental começar a organizar a documentação referente ao que foi gasto ou ganho a partir do começo do ano, assim como exigir recibos do que pode ser deduzido. Desta forma, ficará muito fácil realizar a declaração e você poderá até pagar menos imposto estando com tudo em mãos. 

Invista na sua saúde para pagar menos IR

Despesas com médicos, planos de saúde, dentistas e hospitais podem ser deduzidas. E, até agora, não há limite de valor. Portanto, se você precisa cuidar da saúde, realizando um check up por exemplo,  aproveite para se organizar ao longo do ano com esses gastos e peça sempre comprovante de pagamento. 

E se você for fazer acupuntura, procure escolher um profissional que tenha registro no Conselho Regional de Medicina, pois neste caso os gastos também poderão ser deduzidos no IR.

Educação como investimento

Dá para deduzir despesas com mensalidades de ensino infantil, fundamental, médio e superior, além de cursos técnicos e profissionalizantes. Mas para isso há um limite que está em R$ 3.561,50 no ano (quem sabe esse limite aumente para 2023!). 

Além disso, quem estiver estudando deve ser o próprio declarante ou seus dependentes ou alimentandos. Lembre-se de ir juntando todos os comprovantes relacionados à educação desde já. Os cursos livres, como de idiomas ou de arte, não são dedutíveis.

Realize doações para pagar menos IR

Se você realizar doações para projetos sociais e instituições aprovadas pelo poder público, também pode declarar esse valor para que seja deduzido do imposto a pagar caso escolha o modelo de declaração completo. 

Por enquanto, existe um limite de até 6% do imposto devido neste caso e você ainda pode aumentar a contribuição - dentro do limite estabelecido - no momento em que estiver finalizando a declaração. 

Ou seja, caso você costume pagar Imposto de Renda ao declarar e tenha vontade de ajudar algum projeto, aproveite para planejar as suas doações desde já e peça o comprovante. 

Planos de previdência para pensar no futuro

Outro ponto importante é relacionado à previdência privada. Quem declara no modelo completo pode aproveitar o benefício fiscal dos planos do tipo PGBL para pagar menos IR.

Neste caso, é possível deduzir o valor de até 12% da renda bruta anual com o investimento. Trata-se de uma forma de começar a planejar o futuro agora e sofrer menos com a mordida do leão.

Só considere que, lá na frente, quando for o momento do resgate, o IR vai abocanhar parte do valor acumulado, por isso vale a pena usar o benefício da dedução hoje para continuar investindo e escolher direito o modelo de tributação.

"Existe a tabela de tributação progressiva e a regressiva, elas se adaptam bem a diferentes perfis de investidores e objetivos. Para valores investidos por mais de dez anos com a tabela regressiva, por exemplo, é possível alcançar a menor alíquota de IR do mercado: 10%", explica Luiz Bacellar, CEO da  fintech Saks, especializada em previdência privada. 

"Já a progressiva, tem uma alíquota fixa de 15% no momento do resgate, mas esse valor pode ser compensado na declaração de IR, podendo variar de 0% a 27,5%. Para escolher o plano certo, analise o seu perfil de investidor, seu objetivo e o tempo do investimento”, afirma.

Planilha de Realização de Sonhos

Quer comprar uma casa, um carro ou fazer uma viagem inesquecível? Tire seus sonhos do papel com a nossa planilha GRATUITA!

Livro


Leia também:

Planejamento financeiro: guia para organizar bem o bolso em 2022 

Planejamento financeiro: saiba como fazer o seu 

Especialistas ensinam como escolher a previdência privada certa para você 


Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: