Ninguém quer passar por ele, mas ignorar um déficit nunca é a melhor saída.

Presente em diferentes cenários, como o financeiro, o comercial, o patrimonial e o previdenciário, um déficit nunca representa algo positivo.

Justamente por isso, toda atenção é fundamental na hora de evitar e de reverter essa situação.

É verdade que, muitas vezes, o déficit não depende somente da atuação proativa dos agentes envolvidos.

Mas para não ficar com déficit de conhecimento, venha descobrir o que essa palavra significa e como ela pode ser aplicada nas mais variadas ocasiões.

Boa leitura!

...

Em menos de 2 minutos, tenha uma estimativa da sua expectativa de vida e do dinheiro necessário para a sua longevidade financeira diante de uma vida mais longa: https://finan.to/simulador.

...

O que é déficit?

Déficit é quando há saldo negativo em determinada operação. Ou seja, quando as despesas superam as receitas e os recursos estão abaixo do esperado.

É o contrário, por exemplo, do superávit, que representa uma situação em que há um resultado positivo em um período (como quando seu salário supera os gastos no mês).

Ainda que o déficit seja algo ruim, isso não significa que ele não possa ser revertido.

Inclusive, existem diversas medidas que podem ser tomadas para atingir um equilíbrio e mesmo ficar no azul.

Muito ajuda nesse sentido entender o funcionamento do déficit.

Como funciona o déficit?

Para exemplificar melhor como funciona o déficit, vamos fazer uso de dois exemplos bastante práticos.

O primeiro, mais próximo de você: as suas finanças pessoais.

Digamos que, somando todas as suas receitas, o seu saldo seja de R$ 5 mil. Por sua vez, colocando no lápis as suas despesas, o total alcance R$ 6 mil.

Portanto, o seu orçamento está com o déficit de R$ 1 mil.

Vamos, agora, para outra situação: a balança comercial de um país.

Como se sabe, esse tipo de cálculo é feito, de maneira resumida, a partir da subtração entre importações e exportações realizadas em determinado período.

Supondo que um país gaste por ano R$ 20 bilhões em importações e ganhe R$ 15 bilhões com produtos vendidos ao exterior.

Nesse caso, existe um déficit de R$ 5 bilhões.

Seja qual for o cenário, a conta negativa só é revertida com medidas de contenção de gastos ou aumento das receitas.

Em outras palavras, você precisa ganhar mais e o país precisa vender mais para vencer o déficit.

Dúvidas importantes sobre déficit

Ainda com dúvidas sobre o déficit?

Separamos três perguntas frequentes e importantes para você ter mais conhecimento a respeito do assunto.

Confira.

Quais são os principais tipos de déficit?

Sim, existem diferentes tipos de déficit.

Veja alguns dos principais deles:

  • Déficit orçamentário pessoal ou familiar: quando o valor das despesas do indivíduo ou da família são maiores do que a soma de suas rendas
  • Déficit previdenciário: quando o valor arrecadado com contribuições é menor do que a quantia paga em benefícios
  • Déficit primário: prejuízo público, desconsiderados os juros das dívidas e a correção monetária
  • Déficit nominal: prejuízo real, já com os juros e a correção monetária incluídos
  • Déficit patrimonial: quando há uma desvalorização do ativo e uma tendência de os passivos superarem esse valor

Como evitar o déficit?

Com muito planejamento e previsibilidade orçamentária.

Diversas entidades conseguem antecipar um déficit anual antes do período acabar na divulgação de balanços preliminares.

Essa análise permite que sejam programadas soluções para evitar esse prejuízo, se não imediatamente, no curto ou no médio prazo.

Buscar alternativas de receitas, implementar uma política de cortes de gastos e definir prioridades são caminhos para isso.

Como superar o déficit?

Mesmo adotando algumas das ações acima, é possível que você feche o período com déficit.

Caso isso aconteça, o segredo é não se desesperar. Aos poucos, você vai conseguir equilibrar a balança e o cenário vai mudar.

O importante é se conscientizar de que, talvez, seja necessário passar por um tempo de maior austeridade financeira e de reinvenção.

Dar alguns passos atrás, superar a crise, para depois voltar a caminhar para frente.

Só não fique em déficit com as informações sobre as suas finanças.

O saber é o principal caminho para cuidar do seu dinheiro e administrar o seu orçamento de forma inteligente.

Continue acessando nossos conteúdos e tenha um superávit quando o assunto é conhecimento financeiro.

                                                                         ...

Abra a sua conta em minutos na MAG Investimentos para ter acesso aos TOP Fundos de Investimento do mercado.

Fundos campeões de rentabilidade para todos os perfis de investidores. Acesse: https://finan.to/maginvestimentos.

 

Esse conteúdo foi adaptado para a série Longevidade Financeira de A a Z, publicada especialmente no portal do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon.

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: