O programa Auxílio Brasil foi anunciado como o novo projeto social para dar suporte às famílias em extrema pobreza e vulnerabilidade social no Brasil. Sendo um substituto do Bolsa Família, começará em novembro.  

A Medida Provisória (MP) já foi publicada no Diário Oficial da União, mas ainda precisa da aprovação de deputados e senadores em até 120 dias para ser efetiva, e não conta com valores específicos para o pagamento dos benefícios.  

Nota de cinquenta, cinco e vinte reais, juntamente com moedas, um caderno e caneta sobre uma mesa. Imagem Ilustrativa do conteúdo sobre o programa Auxílio Brasil.

Crédito: Rafastockbr/shutterstock

Programa Auxílio Brasil: confira os 9 benefícios 

Dentro do programa, existem nove modalidades, sendo três delas chamadas de núcleo básico. Confira abaixo:

Primeira Infância 

Para famílias com crianças de até 36 meses (três anos) de idade incompletos. 

Composição Familiar 

Para famílias com gestantes ou pessoas de três a 21 anos de idade. A proposta é incentivar o grupo a concluir a escolarização formal. Há o limite de até cinco beneficiados por família. 

Superação da Extrema Pobreza 

O benefício será aplicado caso as famílias continuem abaixo da linha da pobreza, mesmo com os auxílios acima. 

Além do núcleo básico, existem mais seis benefícios.  

Auxílio Criança Cidadã 

Destinado a famílias com crianças entre zero e 48 meses incompletos, que, mesmo com fonte de renda, não consigam vagas em creches públicas ou privadas. O valor será pago até a criança completar 48 meses (quatro anos). 

Auxílio Esporte Escolar 

Destinado para estudantes que se destacarem nos Jogos Escolares Brasileiros e estiverem com idade entre 12 e 17 anos incompletos. O auxílio será pago em 12 parcelas mensais ao estudante. 

Bolsa de Iniciação Científica Júnior 

Com transferência do valor feita em 12 parcelas mensais e sem número máximo de beneficiários por família, é destinada aos estudantes que tiverem bom desempenho em competições acadêmicas e científicas. 

Auxílio Inclusão Produtiva Rural 

Destinado aos agricultores familiares inscritos no CadÚnico, com pagamento por até 36 meses.  

Auxílio Inclusão Produtiva Urbana 

Para aqueles que comprovarem vínculo empregatício formal e estiverem na folha de pagamento do programa Auxílio Brasil. O limite será de um auxílio por núcleo familiar. 

Benefício Compensatório de Transição 

Destinados a famílias que recebiam o Bolsa Família e perderem parte do valor na alteração para o Auxílio Brasil. No período de implementação do novo programa, essas famílias receberão o benefício até que o valor ultrapasse o do Bolsa Família ou até que sua renda aumente, desenquadrando-as do programa.  

Saiba como participar 

Para participar do programa e ser contemplado pelos benefícios é necessário se inscrever no Cadastro Único (CadÚnico) e declarar a renda mensal da sua família. Todas as modalidades são válidas apenas para os inscritos no Auxílio Brasil. 


Gostou da matéria? Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba outros conteúdos sobre saúde, trabalho, finanças e muito mais!


Leia Também:

Desconto do INSS nos salários em 2021: saiba como calcular

Revisão do auxílio-doença pode aumentar o valor dos benefícios; veja se você tem direito

Salário mínimo atualizado: veja qual será o valor em 2022

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: