Desde que nascemos, nos entregamos à missão do aprendizado. Contudo, depois de certa idade, estudar e aprender coisas novas passa a ter um peso diferenciado. Principalmente quando o assunto é a profissionalização e a especialização em línguas estrangeiras. Como aprender inglês, então, depois de uma vida e uma carreira consolidada? Os desafios existem, mas essa não é uma missão impossível.

Em maio de 2020, a Assembleia Geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou 2021-2030 como a Década para um Envelhecimento Saudável. Afinal, segundo a OMS, até 2050, haverá duas pessoas com mais de 65 anos para cada criança ou adolescente. O cenário não é, nem de longe, negativo. Ele apenas demonstra que iremos viver mais e, para isso, precisamos estar prontos.

Saúde física, mental e financeira precisam ser prioritárias. E pensar em profissionalização e em como aprender inglês para crescer na carreira, mesmo depois dos 40, são pontos importantes dentro dessas prioridades. De acordo com Letícia Castro, jornalista, professora de idiomas e CEO da escola Say YEAH!, as dificuldades existem, mas não possuem relação com questões cognitivas.

Como aprender inglês em meio às dificuldades da idade?

Segundo Letícia, que possui 48 anos, leciona inglês há 35 anos e atua nas redes sociais da escola de idiomas, um dos maiores desafios ao começar a estudar o inglês é o tempo e compromissos. “A maioria das pessoas ainda trabalham. E realmente o que existe de dificuldade não tem a ver com nenhuma capacidade cognitiva ou com a faixa etária. Realmente tem a ver com a rotina do dia a dia”, comenta.

Letícia diz que a família, o trabalho e os compromissos são capazes de impedir que pessoas com mais de 40 anos que começaram a estudar o inglês tenham comprometimento. Começar depende apenas do objetivo e do perfil de cada um.

Enquanto existem aqueles que preferem um modelo mais tradicional de ensino, outros dão preferência para modelos mais modernos. Para a professora, as pessoas já estão espalhadas pelas plataformas digitais, mesmo que o ensino presencial ainda seja forte. Para ela, pessoas 40+ não possuem problema com a tecnologia. Muito pelo contrário, elas procuram estar cada vez mais presente nesse universo. Logo, o que importa para começar a aprender inglês é o caminho que funciona melhor para cada um.

5 dicas sobre como aprender inglês sem complicações

  • Comece

Muitas pessoas precisam começar o inglês por uma questão profissional e, em determinados casos, não existe afinidade ou gosto com a língua estrangeira. Então como aprender inglês nesses casos? Comece!

“Uma coisa que a gente encontra muito, em todas as faixas etárias, é o trauma escolar. A pessoa tem um trauma e aquilo traz um bloqueio para a vida inteira.”

Letícia aponta que pessoas com mais de 40 anos geralmente começam por prazer com o idioma. E, mesmo apontando traumas na escola, em viagens, não existe a desistência. “Eles querem e têm a iniciativa de começar”, completa.

  • Acredite que idade, falta de tempo, família não são impedimentos

Segundo Letícia, muitos estudantes 40+ reclamam de frustração com o tempo e com os compromissos. Eles queriam se dedicar mais ao inglês, mas as demandas da vida são maiores. “Muitos jogam a culpa na idade, mas o que a gente percebe é que a questão é a administração do tempo”, conta.

“Nem a idade, nem o tempo e nem a família. Nada disso é impedimento.”

  • Não tenha medo de cometer erros

Uma queixa muito comum é o medo de cometer erros.

“Não tenha medo, porque todo mundo começa do mesmo ponto. Ninguém nasceu sabendo. A gente teve que aprender. Teve que errar. Todo mundo é igual nesse momento”.

  • Não se compare

Letícia conta que uma das coisas que mais acontece é a comparação. “A minha sobrinha joga vídeo game e fala inglês fluente, por exemplo. Às vezes eles se compararam com pessoas na mesma faixa etária, às vezes com pessoas mais jovens. Não existe nada mais equivocado do que se comparar”, afirma.

“Os alunos de 40+ têm um objetivo muito focado. Eles sabem o que querem.”

  • Vá atrás do seu sonho

Para Letícia, muitas das vezes em que pessoas acima de 40 anos iniciam um curso de inglês, o fazem porque é o seu sonho. Ela conta que existe uma relação emocional desse perfil, que relaciona as músicas que ouviam quando jovens, as viagens antigas, suas histórias de vida.

Como aprender inglês? Comece sem medo, sem a comparação e correndo atrás dos seus sonhos, sendo ele profissional ou pessoal. Esse pode ser o melhor caminho para agregar conhecimento de valor.

Uma mulher, dona de uma empresa de roupas, estudando em um tablet. Imagem para ilustrar a matéria sobre como aprender inglês.

Crédito: Monkey Business Images/shutterstock

Entenda como aprender inglês pode ser positivo para a vida e para a profissão

Aprender inglês tem aspectos positivos em diversas áreas da vida. Segundo a professora Letícia, a primeira razão para iniciar, mesmo depois dos 40, é manter a mente sempre ativa. “Estamos renovando as sinapses ao aprender um novo idioma. É como aprender a tocar um instrumento. É como dar capacidade do seu cérebro funcionar”, conta Letícia.

“Acredito muito que nós temos que manter a nossa vida ativa. Manter a nossa mente ativa e estudar um idioma é uma das melhores ferramentas que existem. E uma das mais prazerosas também.”

Mas o idioma também representa muito na carreira. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Catho, há uma média de 83% de aumento salarial para aqueles que exercem a língua inglesa. Ainda segundo a pesquisa, nota-se um aumento significativo na faixa salarial dos profissionais com segundo idioma. Esse aumento pode chegar a ser 118% maior, dependendo do nível da função que se exerce no mercado de trabalho.

A Catho indica que os cargos de consultores podem ganhar 118%; cargos de liderança, como coordenador, supervisor ou Diretor, a 90%; já as funções de assistentes e auxiliares, de 63%. Ou seja, aprender inglês pode ser primordial para ganhar um salário maior. 

No início do texto, levantamos um dado importante: em 2050 haverá duas pessoas com mais de 65 anos para cada criança ou adolescente. O que significa dizer que, com o envelhecimento da população, estaremos atuando no mercado de trabalho por mais tempo. Até mesmo trabalhando após se aposentar. Preparar a carreira hoje, pensando no futuro, é uma tarefa que todas as pessoas de 40 anos ou mais devem fazer.

Como aprender inglês de forma prática e sem sair de casa?

Existem diversas formas de aprender um novo idioma. Entre elas, as aulas on-line se tornaram cada vez mais recorrentes pela praticidade. O Instituto de Longevidade MAG conta diversos cursos de profissionalização para seus membros. Assim, é possível aprender inglês sem sair de casa e com certificado.

As aulas on-line e gratuitas vão do básico ao avançado e, para aqueles que estão começando, o módulo Basic English conta com 43h de duração. Extremamente acessível, é possível aprender inglês básico para o uso prático, estudando os tópicos fundamentais para aprendizagem do idioma, a ponto de reconhecê-los na aplicação de diálogos e situações cotidianas.


Iniciar algo novo, muitas vezes, pode ser um grande desafio. Mas você pode começar em casa e de forma gratuita com os cursos disponibilizados pelo Instituto de Longevidade MAG. Cadastre-se clicando no botão abaixo e tenha acesso a diversos cursos e módulos de inglês

Botão para que as pessoas com mais de 40 anos possam acessar a página de cursos gratuitos do Instituto de Longevidade MAG. 

Leia também:

Preconceito contra a mulher no mercado de trabalho dificulta a retenção de talentos maduros

Conheça as profissões com os maiores salários no Brasil e mais promissoras para 2022

Etarismo: conheça o preconceito por idade e saiba como lidar com ele

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: