Bem se engana quem pensa que rock'n'roll se resume ao som alto das guitarras e a muita atitude no palco. 

Para quem quer rock and roll all night and party everyday (rock and roll a noite toda e festa todos os dias, nas palavras do Kiss), não basta saber cantar; é preciso aprender continuamente, formar parcerias, construir uma marca forte, entender de empreendedorismo e cuidar muito bem do seu dinheiro. E, claro, curtir o que faz.

Os roqueiros mais ricos do mundo hoje atingiram esse patamar justamente porque souberam muito bem trabalhar todos esses aspectos em comunhão com o talento que possuem de sobra na hora de compor músicas de sucesso. Cresceram em suas carreiras e hoje são influência para músicos e não-músicos em todo o mundo.

Paul McCartney, um dos maiores ícones do rock'n'roll, se apresentando em um palco, cantando e tocando baixo.Crédito: Debby Wong/shutterstock

Outra característica em comum é que a maioria continua produzindo mesmo após os 60 anos. Ou seja, viver bem, para esses roqueiros, significa se manter criativo e não parar de fazer o que ama. E isso tem tudo a ver com Longevidade Financeira.

Quer aprender com os maiores ícones do rock'n'roll a cuidar do seu dinheiro? Confira abaixo cinco dos roqueiros mais ricos do mundo e como eles fazem para continuar - MUITO - ricos.

Rock'n'roll a noite toda e dinheiro no bolso todos os dias

Mick Jagger: $ 398 milhões

Vocalista dos Rolling Stones, uma das maiores bandas de rock'n'roll do mundo, Mick Jagger é sinônimo de longevidade. Aos 14 anos ganhou o primeiro violão e, desde então, nunca mais abandonou a música. Aos quase 80 anos, Jagger continua performando em palcos de todo o mundo junto aos Stones, mostrando sempre muita energia, gingado e amor pelo que faz.

Além da fama como músico, Jagger também é conhecido pelo número de filhos: até o momento, são oito. Mesmo com uma quantia considerável na conta bancária, o cantor não pode deixar seu planejamento financeiro familiar de lado e precisa considerar todos os filhos na hora de pagar a pensão mensal. 

Gene Simmons: $ 405 milhões

Impossível falar sobre Longevidade Financeira e rock’n’roll sem mencionar Gene Simmons. Baixista do Kiss, Simmons mostrou que é possível ser um bom homem de negócios enquanto músico. Em parceria com Paul Stanley, transformou o Kiss não só em uma referência em rock, mas também em marketing e empreendedorismo, explorando as inúmeras possibilidades de receita advindas da banda, como merchandising, jogos de videogame, filmes e quadrinhos.

Fora do Kiss, Simmons se aventurou nos mais variados empreendimentos. Produziu outras bandas, tentou a carreira de ator, escreveu livros e estreou um reality com sua família, o Gene Simmons: Family Jewels. Mais recentemente, lançou o Gene Simmons Vault, uma caixa com conteúdo exclusivo: 10 CDs, um livro, uma action figure e um medalhão. Dependendo do valor pago, o fã ainda tem direito a um show privado do baixista em sua própria casa.

Gene Simmons é o exemplo vivo de como desdobrar uma ideia de negócio em várias para ganhar mais dinheiro.

Elton John: $ 549 milhões

Também conhecido como um dos músicos preferidos da Princesa Diana, Elton John, mostrou desde cedo sua aptidão para a música. No entanto, mesmo com muito talento, o britânico nunca deixou de estudar e de se aprimorar. Sempre em sintonia com o que é tendência (sendo ele o responsável por ditar muitas dessas tendências), Elton John gosta de experimentar, inovar e se reinventar, verbos que sempre encontraram pouso em suas criações. 

Um dos segredos por trás de seu sucesso reside nos relacionamentos construídos com outros músicos, trazendo à tona o que cada um tem de melhor. Seu principal parceiro é Bernie Taupin, com quem escreveu as maiores obras de sua carreira, como Your Song. A parceria mais recente foi com a cantora Lady Gaga na música Sine From Above, uma composição que foge de seus próprios padrões e alcança um público completamente novo.

Bono: $ 705 milhões

Uma fortuna não se mantém sozinha, e Bono, vocalista do U2, sabe muito bem disso. Um pouco mais reservado em relação à sua vida pessoal do que outros roqueiros, Bono é, além de um grande músico e famoso ativista social, um empresário e investidor bem experiente

Junto com The Edge, seu parceiro de banda, Bono investiu em uma hospedagem de duas estrelas chamada Clarence Hotel e a transformou em uma de cinco estrelas. Além disso, o vocalista também faz parte do conselho do Elevation Partners, uma empresa de patrimônio privado, e nos últimos anos tem investido em muitos negócios de entretenimento e até mesmo no Facebook.

Ou seja, Bono compõe, canta e ainda sabe multiplicar seu patrimônio como ninguém.

Paul McCartney: $ 1.22 bilhão


Como falar sobre rock e não mencionar Paul McCartney? Se os Rolling Stones são uma das maiores bandas de rock do mundo, os Beatles, sem sombra de dúvidas, são a maior e mais influente banda de rock de toda a história. 

No entanto, McCartney não parou após a dissolução do grupo e mantém uma carreira de sucesso até hoje. Não à toa é o roqueiro mais rico do mundo, não é mesmo? Com quase 80 anos, o músico continua compondo músicas de sucesso, fazendo shows (com, pasmem, cerca de três horas de duração!), construindo parcerias e se mantendo ativo em causas sociais. 

E o segredo para toda essa longevidade é mais simples do que parece: muito amor pelo que faz. Mesmo após conquistar tanto em sua vida, McCartney continua aprendendo, se reinventando e mostrando ao mundo que parar de trabalhar com música não está em seus planos.


Anotou as dicas? Quer aprender mais sobre Longevidade Financeira e entender o que precisa fazer para ter mais dinheiro todo fim do mês?

Então baixe nosso guia gratuito e aprenda como ganhar mais, gastar bem, poupar certo, investir melhor e proteger capital.

Guia sobre Longevidade Financeira

Pare de se preocupar com dinheiro! Baixe gratuitamente nosso guia e saiba como se planejar financeiramente de forma prática e fácil.

Livro


Leia também:

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: