Você acha que está muito velho para realizar alguma coisa? Pois saiba que a idade, ainda que traga certas limitações físicas, não é empecilho para muita gente. 

Neste mês em que se comemora o Dia da Pessoa Idosa, separamos histórias de gente que fez acontecer quando já estava em uma fase mais madura da vida. Esperamos que elas sirvam de inspiração, pois a longevidade precisa ser encarada de uma forma mais positiva e cheia de oportunidades. 

Muito velho para quê? Para essas pessoas, essa pergunta não faz sentido. Confira!

Gravidez aos 55

Não poderíamos deixar de iniciar a matéria com a história anunciada recentemente pela atriz e bailarina Cláudia Raia. Aos 55 anos, ela está grávida do terceiro filho. Uma gravidez que aconteceu de forma natural, na menopausa, exatamente depois de ter tentado, sem sucesso, uma fertilização in vitro. 

Em entrevista ao Fantástico, a atriz falou que fez um caminho de vida saudável e está colhendo o bônus disso engravidando aos 55 anos.

"A gente tem que viver, usar tudo que tem, todas as ferramentas. Tem que fazer planos sim, porque fazer planos é estar vivo, é estar jovem, é estar curioso.” 

Vale lembrar que muito antes do anúncio, Cláudia já pregava o combate ao etarismo em suas redes sociais, dizendo que ninguém pode achar que alguém está muito velho para realizar os seus sonhos.

Cláudia Raia no Carnaval, mostrando que nunca se é muito velho para realizar sonhos

Foto: Celso Pupo/shutterstock

Vencedor do MasterChef Brasil aos 58

Outra história que mostra que nunca se é muito velho para algumas realizações, é a de Salvador Cordovil. Aos 58 anos, ele foi vencedor do MasterChef Brasil 2020

Sua história como chef de cozinha começou após perder um emprego como administrador durante a pandemia de covid-19. O que parecia terrível serviu como uma oportunidade para traçar novos caminhos. 

“Foi o maior desafio que já enfrentei e foi uma das minhas maiores emoções vencer e dar um exemplo a todos”, conta. 

O dinheiro do prêmio foi doado para uma instituição de caridade e, como próximo passo, o vencedor do MasterChef se prepara para começar uma faculdade de Gastronomia. Muito velho para quê mesmo?

Salvador Corvil ganhou o MasterChef, mostrando que nunca se é muito velho para mudar de carreira

Foto: Divulgação

Estudante de Medicina aos 87

Estudar medicina é um sonho difícil para muita gente, especialmente em razão das exigências financeiras do curso. Mas Valdomiro de Sousa está conseguindo realizá-lo. Aos 87 anos, ele, que já havia se graduado em direito e ciências contábeis, voltou aos bancos escolares. 

“Fiz o vestibular escondido da minha filha, que é médica, porque ela achava que eu ia sofrer muito no curso, que é muito puxado. Tentei por três anos o vestibular, era dificílimo. Enquanto não conseguia, não contei para ninguém. Mas quando passei, aí eu fiz festa, saí na rua gritando de alegria”, conta.

Valdomiro diz que tinha o sonho de ser médico há muito tempo, mas não tinha condições financeiras. Ele precisou trabalhar muito, acumulando funções como assistente de pedreiro e abridor de fossa, até conseguir prosperar financeiramente como empresário. 

Agora ele quer ser um exemplo de vida para quem tem preguiça de estudar.

“Também vejo gente com 50, 60 anos dizendo que é muito velho para estudar. Que velho que nada! Nunca é tarde para estudar”, diz.

Nunca se é muito velho para estudar e Valdomiro de Souza mostra isso

Foto: Gregori Miranda/FotoMais

Influenciadora e viajante após os 60

Cláudia Grande se tornou influenciadora digital após os 60. Depois de passar por um divórcio e enfrentar o câncer três vezes, ela decidiu comemorar a vida e acabou criando uma página no Facebook chamada Projeto 60 anos

A página tinha o objetivo de tratar de sua festa de aniversário de 60, mas acabou reunindo muito mais gente. Atualmente, são mais de 850 mil pessoas. Ela também leva pessoas para realizarem viagens em grupo por todo o mundo, algo que nunca havia pensado em fazer.

“A primeira viagem que fiz foi sozinha para a África do Sul. Sentei em um restaurante lá e o garçom veio perguntar se eu estava esperando alguém. Falei que não, que eu era livre. Eu sempre queria ir e meu ex marido não queria. Aí montamos esse grupo de viagem e as mulheres se encontram de novo, de 3 em 3 meses. Nos chamamos de “marida” (risos). São sempre quartos duplos e quase sempre arrumam uma melhor amiga na viagem. O objetivo maior do projeto é fazer e manter amizades.”, conta.

Cláudia Grande virou influenciadora após os 60

Foto: Divulgação

Casados 49 anos depois do amor platônico

E quando se trata de amor? Alguém acha que pode ser muito velho para amar? No caso de Adail de Souza Lima e Bonifácio Gonçalves de Faria, a resposta foi não. 

Os dois haviam se conhecido quando Adail tinha 14 anos e Bonifácio, 39 anos. Na época, o romance foi apenas platônico devido à diferença de idade. Mas décadas depois eles se reencontraram. Adail já tinha 63 anos e Bonifácio tinha 88. Eles decidiram viver o amor na maturidade

“Ele disse que vinha me procurando e eu falei que também sempre estivera em busca dele”, contou ela. 

“Então me pediu em casamento e eu disse que lógico que aceitava. Meu coração quase saiu pela boca.”

Casal se reencontrou após 49 anos e se casou

Foto: Roberto Kaihara

Você ainda acha que é muito velho para algumas coisas?

Depois de tantos exemplos, esperamos que você perceba que nunca se é muito velho para realizar alguns sonhos. Aliás, a própria definição de velhice merece um olhar mais atento, já que estamos vivendo cada vez mais e chegar aos 100 anos já é muito mais comum do que parece. 

Começar uma nova carreira, empreender, estudar algo novo, encontrar um grande amor, etc. são coisas que podem acontecer a qualquer momento, basta estarmos vivos! E você, o que ainda quer realizar? 


Quer viver mais e melhor, inclusive do ponto de vista financeiro? Então baixe agora mesmo nosso Guia da Longevidade Financeira!


Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: