A prova de vida presencial para aposentados, pensionistas e beneficiários do INSS não será mais necessária. O governo federal anunciou na última quarta, 2/2, que a partir de agora o trabalho será feito por ele mesmo. Ou seja, deverão ser consultadas bases de dados públicas e privadas que permitirão comprovar que a pessoa está viva.

A prova de vida, que era feita por 36 milhões de brasileiros anualmente, estava passando por constantes mudanças devido à pandemia de covid-19 e, em alguns casos, já estava sendo possível realizá-la online também. O objetivo era evitar fraudes no pagamento dos benefícios sociais. 

aposentado fazendo prova de vida online

Crédito: Mladen Zivkovic/Shutterstock

Bases do governo servirão como prova de vida

Segundo o presidente do INSS, José Carlos Oliveira, serão consultadas bases como registro de vacinação, consultas no SUS, emissão ou renovação de carteira de motorista e outros. Apenas no caso de aposentados e pensionistas que não realizarem qualquer movimentação nestas bases de dados será necessário fazer o recadastramento anual de forma presencial.

O Ministério do Trabalho e Previdência explicou em nota que: “excepcionalmente, quando houver a necessidade de realizar a prova de vida de maneira presencial, o INSS deverá oferecer ao beneficiário (independentemente da sua idade) meios para que a prova de vida seja realizada sem a necessidade de deslocamento da própria residência, utilizando, para tanto, seus servidores ou entidades conveniadas e parceiras, bem como as instituições financeiras pagadoras dos benefícios”.

Confira as situações que o governo deve considerar como prova de vida:

  • Registros de vacinação

  • Registro de consultas no SUS

  • Transferência de veículo

  • Operação na iniciativa privada

  • Voto em eleição

  • Transferência de imóvel

  • Emissão ou renovação de passaporte

  • Emissão ou renovação da carteira de identidade

  • Emissão ou renovação de carteira de motorista

Guia sobre Longevidade Financeira

Baixe gratuitamente nosso guia e saiba como se planejar financeiramente de forma prática e fácil.

Livro


Leia também:

Veja datas de pagamento do 13º salário do INSS 

INSS: tudo que você precisa saber 

Saiba como se programar ao longo do ano para pagar menos IR 

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: