Você sabia que o INSS nega benefícios em alguns casos e que as recusas do Instituto vêm crescendo desde 2019? Isso acontece por algumas razões, mas é possível estar atento para evitar. Vamos explicar!

Um dos principais motivos que levam o INSS a negar benefícios é a falta de entrega de documentos essenciais. É importante, portanto, estar bem atento para o que deve ser entregue. Vai depender do benefício que está sendo pedido.

Além da falta de documentos, o INSS nega benefícios em situações como essas:

  • Há divergência de dados no Cadastro Nacional de Informações (CNIS) ou entre os dados do INSS e aqueles que o segurado informa.
  • Os atestados médicos não são válidos. Isso pode acontecer quando falta assinatura ou registro do médico, por exemplo.
  • Quando é difícil comprovar contribuições. Ou, ainda, quando os registros na carteira não estão no CNIS ou estão marcados incorretamente.
  • Quando a empresa não repassou as contribuições ao INSS ou não deu baixa na carteira após a demissão.
  • Quando o empregador não informou a atividade insalubre e falta o perfil profissiográfico previdenciário (PPP) necessário nestes casos. Neste caso, caso a empresa não exista mais, vale contatar os responsáveis através da Receita Federal. Isso porque mesmo em caso de falência dá para acessar o contrato social da empresa e localizar os sócios.

O INSS nega benefícios quando faltam documentos, entre outras razões

Crédito: Brenda Rocha- Blossom/shutterstock

O INSS nega benefícios por outras razões também:

Além dos motivos citados, há outros que podem levar o INSS a negar benefícios sociais como um pedido de aposentadoria. Entre eles:

  • Quando o segurado está recebendo outro benefício previdenciário e pede aposentadoria ou vice-versa.
  • Quando o segurado não atende às regras de transição de alguma forma.
  • Quando não há um mínimo de 180 contribuições (15 anos).
  • Quando a idade mínima não foi completada.
  • Quando não há reconhecimento do período rural trabalhado para somar no tempo contribuído.
De acordo com os especialistas, é importante prestar atenção aos documentos necessários antes de fazer a requisição. O INSS nega benefícios quando eles naõ estão de acordo conforme dissemos. É possível entrar no site do INSS ou aplicativo para checar o que é necessário. E caso o segurado tenha perdido a carteira de trabalho, ele deve buscar documentos para comprovar o tempo de trabalho, como o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) ou termo de rescisão de contrato de trabalho.

Este simulador já está atualizado de acordo com a nova proposta de Reforma da Previdência. Descubra quando você irá se aposentar e qual é o melhor caminho.



Leia também:

Pensão por morte: saiba o que é e como solicitar o benefício ao INSS 

É possível solicitar salário-maternidade mesmo desempregada? 

Veja as novas regras do atendimento presencial do INSS 

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: